Você está em:

A UNISA / Institucional/Notícias
Notícias

    Alunos de Medicina da Unisa prestam assistência a mais de 400 pessoas na Paraíba

    A Expedição Para Continuar Sonhando atingiu seu objetivo em promover educação em saúde junto aos moradores do interior da Paraíba. O grupo, formado por 24 alunos e professores da Universidade Santo Amaro, membros da IFMSA Brazil Unisa, esteve no município de Santa Rita, entre os dias 15 e 22 de julho, onde realizou atividades de prevenção para mais de 400 crianças e adultos, com o apoio da ONG Casa dos Sonhos.

    “Nossa maior contribuição à comunidade foi assisti-la, ou seja, estar em contato com ela, ouvir suas queixas e dividir os ensinamentos sobre saúde”, explicou a coordenadora e idealizadora do Projeto, a aluna Daniela Barroso Ferreira Dias. Foram realizadas atividades na áreas da clínica médica, pediatria e ginecologia, com a supervisão de professores médicos. Foram ainda ministradas palestras sobre prevenção de doenças e gravidez precoce.

    “Acredito que, para muitas pessoas da comunidade, foi a primeira vez na vida que foram acolhidas, amadas e cuidadas. A disponibilidade e a entrega marcaram a experiência desse mutirão da saúde”, avaliou a coordenadora pedagógica da Casa do Sonho, Estela Maria Nuñes. Para ela, os temas abordados em palestras foram apresentados de forma clara e didática. “Foi muito importante em criar consciência e conhecimento na saúde preventiva.”

    A expedição também teve foco na humanização dos alunos e no desenvolvimento científico. A partir das informações coletadas, estão sendo realizadas onze pesquisas. Os trabalhos são na área de parasitologia, como o estudo de parasitas intestinais e de sangue, entre eles o tripanosoma, toxoplasma e leptospirose, além de pesquisas em pediatria, saúde da mulher e saúde do homem.

    Recepção
    De acordo com a coordenadora da expedição, os alunos foram bem recepcionados pela comunidade. “O povo é muito caloroso, afetuoso e nos recebeu de braços abertos”, contou. Ela destacou que as diretoras da Casa cuidaram da equipe de voluntários para que pudessem realizar o melhor trabalho.

    “Temos gratidão por cada serviço, gesto, atitude e entrega, que tanto os médicos professores quanto alunos dessa Universidade tiveram no mutirão da saúde. Em todo o momento, testemunhamos o profissionalismo, o gesto de escuta amorosa, atenta e humana com cada pessoa atendida”, agradeceu a coordenadora da ONG, Estela.

    Universidade Santo Amaro: 01/08/2019 18:45
    Compartilhar:
    • Facebook
    • Twitter
    • Linkedin